Últimas notícias do Brasil e do mundo, sobre política, economia, emprego, educação, saúde, meio ambiente, tecnologia, ciência, cultura e carros. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Veja recomendações importantes na hora de votar

Nestas eleições, todos votarão ao mesmo tempo, seguindo o horário oficial de Brasília, das 8h às 17h. Por causa da diferença de fuso horário, em parte do país a votação vai começar mais cedo. Mais de 156 milhões de brasileiros estão aptos a votar neste domingo Mais de 156 milhões de brasileiros estão aptos a votar. Nestas eleições, todos votarão ao mesmo tempo, seguindo o horário oficial de Brasília, das 8h às 17h. Por causa da diferença de fuso horário, em parte do país a votação vai começar mais cedo. Veja os horários de votação para a eleição no domingo Quem perdeu o título de eleitor pode ficar tranquilo. Para votar, basta apresentar um documento oficial com foto - como carteira de identidade, de motorista. Vale também a versão digital do título, o e-Título. Quem não tem, ainda pode baixar o aplicativo até o fim da noite deste sábado (1º) (veja como). E é bom confirmar o local de votação. Isso pode ser feito na página do TSE na internet ou pelo e-Título. O eleitor que fez a biometria vai votar mais rapidamente. A identificação será feita no leitor de digitais. Atenção: ninguém poderá entrar na cabine com equipamentos eletrônicos, como celular, câmera fotográfica ou filmadora. Quem levar, terá que deixar com os mesários. Veja o que é Fato ou Fake nas eleições Não será permitida a entrada de eleitor sem camisa ou em trajes de banho. Mas a bermuda e o chinelo estão liberados. Como também bonés, camisetas e adesivos de candidatos, manifestação silenciosa e individual. Só não pode pedir voto nem aglomerar. E está expressamente proibido portar armas de fogo a menos de 100 metros das sessões eleitorais. Exceção para agentes de segurança em serviço quando forem votar. QUEM EU ESCOLHO: Ferramenta reúne todos os candidatos ELEIÇÕES: Confira as propostas dos candidatos a presidente e governador GUIA DO ELEITOR: Como achar meu local de votação Para não errar na hora do voto, a recomendação é levar uma "colinha" com os números e nomes dos candidatos, na ordem correta, como no modelo da Justiça Eleitoral. Afinal, o eleitor terá que fazer cinco escolhas. Modelo da Justiça Eleitoral de 'colinha', para que o eleitor tenha os números e nomes dos candidatos em que quer votar Reprodução/TV Globo
Sun, 02 Oct 2022 00:55:30 -0000
Ipec no Rio de Janeiro, votos válidos: Cláudio Castro, 47%; Marcelo Freixo, 28%
A pesquisa encomendada pela TV Globo entrevistou 2.000 eleitores de quinta (29) a sábado (1º). Ipec no Rio de Janeiro, votos válidos: Cláudio Castro, 47%; Marcelo Freixo, 28% A pesquisa Ipec para o governo do Rio de Janeiro indica que Cláudio Castro, do PL, e Marcelo Freixo, do PSB, devem disputar o segundo turno. Mas o percentual de indecisos, brancos e nulos torna o cenário indefinido. A pesquisa encomendada pela TV Globo entrevistou 2.000 eleitores, de quinta (29) a sábado (1º). Cláudio Castro, do PL, tem 47% dos votos válidos. Com a margem de erro, pode ter de 45% a 49%. Marcelo Freixo, do PSB, tem 28%. Com a margem, pode ter de 26% a 30%. Rodrigo Neves, do PDT, tem 11%. Com a margem, de 9% a 13%. Cyro Garcia, do PSTU, aparece com 4%. Com a margem, de 2% a 6%. Paulo Ganime, do Novo, está com 3%. Pode ter de 1% a 5%, considerando a margem. Eduardo Serra, do PCB, Juliete Pantoja, do Unidade Popular, e Wilson Witzel, do PMB, aparecem com 2% cada e, com a margem, podem chegar a 4%. Cyro Garcia, Paulo Ganime, Eduardo Serra, Juliete Pantoja e Wilson Witzel estão tecnicamente empatados dentro margem de erro. Luiz Eugênio, do PCO, aparece com 1%.
Sun, 02 Oct 2022 00:50:29 -0000
Ônibus serão gratuitos na Região Metropolitana de Goiânia no domingo devido à eleição, diz CMTC

CMTC dise que atendeu uma recomendação do TRE-GO para garantir mais acesso à população aos locais de votação. Medida vale das 4h às 23h. Ônibus serão gratuitos no dia da eleição na Região Metropolitana de Goiânia Divulgação/HP Transportes Os ônibus do transporte coletivo serão gratuitos no domingo (2) em toda Região Metropolitana de Goiânia. O anúncio foi feito pela Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), que atendeu uma recomendação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-GO) para garantir acesso à população à votação. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram A gratuidade vale das 4h às 23h. A catraca será livre para todos os usuários. A CMTC informou ainda que a escala de ônibus será a de domingo, mas com 33 ônibus extras. "A CMTC entendeu que a medida colabora para que cada cidadão exerça sua cidadania e contribua com a democracia", diz a nota ca companhia. Veja outras notícias da região no g1 Goiás. VÍDEOS: últimas notícias de Goiás
Sun, 02 Oct 2022 00:50:21 -0000
Datafolha no Rio de Janeiro, votos válidos: Cláudio Castro, 44%; Marcelo Freixo, 35%
O instituto ouviu 2.550 eleitores na sexta (30) e no sábado (1º). O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pela Folha de S. Paulo. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Datafolha no Rio de Janeiro, votos válidos: Cláudio Castro, 44%; Marcelo Freixo, 35% Segundo o Datafolha, Cláudio Castro, do PL, lidera a intenção de votos válidos, e Marcelo Freixo, do PSB, está em segundo. O instituto ouviu 2.550 eleitores na sexta (30) e no sábado (1º). O levantamento foi encomendado pela TV Globo e pela Folha de S. Paulo. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Cláudio Castro, do PL, tem 44% dos votos válidos. Com a margem de erro, pode ter de 42% a 46%. Marcelo Freixo, do PSB, tem 35%. De 33% a 37%, considerando a margem. Rodrigo Neves, do PDT, tem 10%. Com a margem de erro, pode ter de 8% a 12%. Paulo Ganime, do Novo, aparece com 4%. Pode ter de 2% a 6%, com a margem de erro. Eduardo Serra, do PCB, Wilson Witzel, do PMB, e Juliete Pantoja, do Unidade Popular, têm 2% cada. Com a margem de erro podem chegar a 4%. Cyro Garcia, do PSTU, e Luiz Eugênio, do PCO, têm 1% cada um.
Sun, 02 Oct 2022 00:46:50 -0000
Datafolha em Minas Gerais, votos válidos: Zema, 56%; Kalil, 35%
O Datafolha entrevistou 2.650 eleitores sexta (30) e sábado (1º). A pesquisa foi contratada pela TV Globo e pela Folha de S. Paulo. A margem de erro é de dois pontos percentuais. Datafolha em Minas Gerais, votos válidos: Zema, 56%; Kalil, 35% Segundo o Datafolha, em Minas Gerais, na véspera da eleição, Romeu Zema, do Novo, deve ser reeleito. O Datafolha entrevistou 2.650 eleitores sexta (30) e sábado (1º). A pesquisa foi contratada pela TV Globo e pela Folha de S. Paulo. A margem de erro é de dois pontos percentuais. Romeu Zema, do Novo, aparece com 56%. Pela margem de erro, pode ter de 54 a 58%. Alexandre Kalil, do PSD, aparece com 35%. Pela margem de erro, pode ter de 33 a 37%. Carlos Viana, do PL, aparece com 5%. Pela margem, pode ter de 3 a 7%. Vanessa Portugal, do PSTU, Renata Regina, do PCB, e Marcus Pestana, do PSDB, têm 1% cada um. Pela margem, podem chegar a 3%. Os demais candidatos - Cabo Tristão, do PMB, Lourdes Francisco, do PCO, Lorene Figueiredo, do PSOL, e Indira Xavier, do UP, não alcançaram 1% dos votos válidos.
Sun, 02 Oct 2022 00:42:33 -0000
Centenas de mulheres protestam no Equador contra os feminicídios
A onda de manifestações começou na primeira quinzena de setembro, a partir do assassinato da advogada María Belén Bernal, 34 anos, pelo seu marido. Desde o início do ano, o Equador registra 206 casos de feminicídio. Equador decreta emergência para combater a violência Centenas de mulheres protestaram neste sábado (1º) contra a violência de gênero no Equador, que já matou 206 pessoas até agora este ano, incluindo a de uma advogada assassinada em uma academia de polícia. Levantando cartazes com mensagens como "Olhe bem para mim porque posso ser a próxima" e "Somos o coração de quem não bate mais", manifestantes protestaram contra o "Estado feminicida". O país está abalado com o assassinato da advogada María Belén Bernal, 34 anos, pelas mãos de seu marido, o tenente Germán Cáceres. Bernal desapareceu em 11 de setembro, após entrar na Escola Superior da Polícia (ESP), instalação para a formação de oficiais, localizada nos arredores da capital, para visitar Cáceres, o principal suspeito do feminicídio, que está foragido. O corpo da advogada foi encontrado quatro dias depois em um morro próximo da academia. Presidente do Equador apresenta lei de combate à violência de gênero Por causa do caso, que está sendo investigado, o presidente equatoriano, Guillermo Lasso, ordenou a destituição de dois generais e do então ministro do Interior, Patricio Carrillo. "Ofendem-se mais com uma mulher livre do que uma mulher assassinada", dizia outro cartaz durante a manifestação em Quito, que foi até a sede do comando-geral da Polícia, na zona norte da cidade, que foi atacada com ovos e tinta vermelha e amarela. O Ministério Público informa que desde 2014 foram registrados 573 feminicídios, crime passível de punição com pena de até 26 anos de prisão. Aos gritos de "Nós nos queremos vivas", ativistas de grupos sociais marcharam pelas ruas da capital, assim como de outras cidades equatorianas, diante da convocação das organizações sociais para se "unirem contra o Estado feminicida e transfeminicida". Estatísticas oficiais indicam que 65 em cada 100 mulheres entre 15 e 49 anos sofreram algum tipo de violência no Equador, que tem 18 milhões de habitantes. sp/gm/aa/mvv
Sun, 02 Oct 2022 00:41:55 -0000
Ipec em Minas Gerais votos válidos: Zema, 50%; Kalil, 42%
O Ipec entrevistou 2.000 eleitores, entre quinta-feira (29) e sábado (1º). A pesquisa foi contratada pela TV Globo. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Ipec em Minas Gerais votos válidos: Zema, 50%; Kalil, 42% Em Minas Gerais, segundo o Ipec, Romeu Zema, do Novo, segue na liderança, mas a distância em relação a Alexandre Kalil, do PSD, diminui para 8 pontos. O Ipec entrevistou 2.000 eleitores, entre quinta-feira (29) e sábado (1º). A pesquisa foi contratada pela TV Globo. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Romeu Zema, do Novo, aparece com 50% dos votos válidos. Com a margem de erro, pode ter de 48 a 52 dos votos válidos. Alexandre Kalil, do PSD, aparece com 42%. Pela margem de erro, pode ter de 40 a 44%. Carlos Viana, do PL, aparece com 4%. Pela margem de erro, pode ter de 2 a 6%. Cabo Tristão, do PMB, Lorene Figueiredo, do Psol, Marcus Pestana, do PSDB, Renata Regina, do PCB, e Vanessa Portugal, do PSTU, têm 1% cada um, e pela margem podem chegar a 3%. Lourdes Francisco, do PCO, e Indira Xavier, do UP, não alcançaram 1%.
Sun, 02 Oct 2022 00:39:09 -0000
Briga em jogo de futebol deixa 127 mortos na Indonésia

Mais de 30 pessoas morreram dentro do estádio, segundo as primeiras informações da imprensa internacional. Foto de 1º de outubro de 2022 mostra carro destruído nas imediações do estádio Kanjuruhan, em Malang, na Indonésia, após briga generalizada que deixou ao menos 127 mortos depois que torcedores invadiram o campo AFP Ao menos 127 pessoas morreram depois que torcedores enfurecidos invadiram o gramado após um jogo em Malang, Indonésia, na noite deste sábado (1º), informou a polícia. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram "No incidente, 127 pessoas morreram, inclusive dois policiais. Trinta e quatro pessoas morreram dentro do estádio e o restante no hospital", afirmou no domingo, em um comunicado, o chefe de polícia da província de Java Oriental, Nico Afinta. Veículos também foram incendiados durante a confusão. O ministro dos esportes da Indonésia, Zainudin Amali, informou que as autoridades devem reavaliar a segurança em jogos de futebol. O governo também considera proibir espectadores nos jogos após o ocorrido. Foto de 1º de outubro de 2022 mostra policial perto de cordão de isolamento ao lado de caminhão queimado do lado de fora do estádio Kanjuruhan, em Malang, na Indonésia, onde briga generalizada deixou ao menos 127 mortos depois que torcedores invadiram o campo AFP LEIA TAMBÉM Biden anuncia libertação de sete americanos presos na Venezuela Eletricidade volta a Havana após duas noites de protestos sem internet Eleições: votação começa em Wellington, na Nova Zelândia VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias
Sun, 02 Oct 2022 00:34:43 -0000
Ipec no Distrito Federal, votos válidos: Ibaneis 46%; Leandro Grass, 20%; e Izalci, 16%
O Ipec entrevistou 2.000 eleitores, entre quinta-feira (29) e sábado (1º). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. Ipec no Distrito Federal, votos válidos: Ibaneis 46%; Leandro Grass, 20%; e Izalci, 16% Segundo o Instituto Ipec, no Distrito Federal, Ibaneis Rocha, do MDB, segue na liderança pela reeleição - e há empate técnico entre Leandro Grass, do PV, e Izalci, do PSDB, na segunda posição. O Ipec entrevistou 2.000 eleitores, entre quinta-feira (29) e sábado (1º). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Globo. Ibaneis Rocha, do MDB, aparece com 46% dos votos válidos. Pela margem de erro, pode ter de 44 a 48%. Leandro Grass, do PV, aparece com 20%. Com a margem, tem de 18 a 22%. Izalci, do PSDB, tem 16%. Pela margem, pode ter de 14 a 18%. Paulo Octávio, do PSD tem 8%. Pela margem, pode ter de 6 a 10%. Leila do Vôlei, do PDT, tem 6%. Com a margem, pode ter de 4 a 8%. Coronel Moreno, do PTB, Keka Bagno, do Psol, Lucas Salles, do DC, e Renan Arruda, do PCO têm 1% cada um. Robson, do PSTU, e Teodoro da Cruz, do PCB, não alcançaram 1% dos votos válidos.
Sun, 02 Oct 2022 00:33:04 -0000
Ipec no Pará, votos válidos: Helder Barbalho, 76%; Zequinha Marinho, 19%
O instituto entrevistou 800 eleitores, entre 28 e 30 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Liberal, afiliada da TV Globo no Pará. Ipec no Pará, votos válidos: Helder Barbalho, 76%; Zequinha Marinho, 19% Segundo o Ipec, no Pará, Helder Barbalho, do MDB, deve ser reeleito no primeiro turno. O instituto entrevistou 800 eleitores, entre 28 e 30 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos. A pesquisa foi encomendada pela TV Liberal, afiliada da TV Globo no Pará. Helder Barbalho, do MDB, aparece com 76% dos votos válidos. Pela margem de erro, pode ter de 73 a 79%. Zequinha Marinho, do PL, aparece com 19%. Com a margem, pode ter de 16 a 22%. Adolfo Oliveira, do PSOL, Paulo Roseira, do AGIR, Sofia Couto, do PMB e Dr. Felipe, do PRTB, têm 1% cada um. Cleber Rabelo, do PSTU, e Major Marcony, do Solidariedade, não alcançaram 1% dos votos válidos.
Sun, 02 Oct 2022 00:30:33 -0000

This page was created in: 0.04 seconds

Copyright 2022 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info