Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
10 de julho, sexta-feira

Bom dia! Aqui estão os principais assuntos para você começar o dia bem-informado. Os dados mais detalhados da pandemia com o G1 e os telejornais da Globo e da GloboNews. O Facebook expõe o "gabinete do ódio" e "O Assunto" debate o tema. Enquanto empresários pressionam por um freio no ataque ao meio ambiente, línguas e tradições indígenas estão ameaçadas. O índice de inflação de junho será divulgado e mais um lote do Auxílio Emergencial pode ser sacado ou transferido. Encerra hoje o período de inscrição no Sisu. As lives de hoje e a estreia no GloboPlay do documentário sobre Sandy e Junior. Dados mais detalhados da pandemia Retrato da Covid-19: JN analisa os dados sobre a pandemia no Brasil O G1 e os telejornais da Globo e da GloboNews já divulgam dados mais detalhados sobre a pandemia. Os indicadores vão permitir mostrar onde as mortes causadas pelo novo coronavírus estão aumentando, diminuindo ou estáveis. Entenda como isso funciona e veja os gráficos. Ontem, o Brasil registrou mais 1.199 mortes, elevando o total de óbitos a 69.254. Já são mais de 1,7 milhão de infectados no país. Facebook expõe o 'gabinete do ódio' A derrubada de perfis ligados a figuras próximas a Jair Bolsonaro e filhos escancarou a existência da rede de disseminação de ataques e desinformação contra adversários conhecida como “gabinete do ódio”. A decisão levou o caso para dentro do Palácio do Planalto. "O Assunto" debate o tema com Marcelo Parreira, jornalista da TV Globo em Brasília, e Pablo Ortellado, filósofo e professor da USP. Rio amplia horário de shoppings A cidade do Rio entra nessa sexta-feira na segunda etapa da terceira fase de sua reabertura econômica após as medidas contra o novo coronavírus. O shoppings, por exemplo, poderão ficar abertos por mais tempo. Veja outras alterações na flexibilização. Línguas e tradições indígenas ameaçadas As mortes de indígenas idosos por Covid-19 colocam em risco línguas e festas tradicionais que não podem ser resgatadas. São mais de 200 línguas indígenas faladas no Brasil, muitas preservadas pelos mais velhos. Guajajaras contam com festas para manter a tradição. Karipunas têm tatuagens históricas que podem se perder. Empresários pressionam pela Amazônia O vice-presidente Hamilton Mourão se reúne hoje com representantes do grupo de 38 empresários que na terça-feira enviaram carta manifestando preocupação com a política ambiental do governo. Ontem, fundos internacionais divulgaram notas nas quais afirmaram que acompanharão os resultados do Brasil na preservação ambiental, como a redução do desmatamento. Governo prorroga até novembro presença das Forças Armadas na Amazônia Legal Inflação de junho Será conhecida hoje a inflação de junho. Em maio, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerado a inflação oficial do país, houve deflação de 0,38%. Auxílio Emergencial A Caixa Econômica Federal libera a partir desta sexta-feira os saques e transferências da primeira parcela do Auxílio Emergencial para os aprovados inscritos no aplicativo e site dentro do terceiro lote, e que aniversariam em maio. Veja o calendário de pagamentos Tire dúvidas Saiba mais sobre a ajuda do governo Sisu Encerra nesta sexta, às 23h59, o período de inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que reúne milhares de vagas de graduação em universidades públicas brasileiras. Para concorrer, é preciso ter feito o Enem em anos anteriores e não ter tirado zero na redação. Empresas e benefícios A pandemia promoveu um impacto direto na cesta de benefícios oferecida pelas empresas. Vale-transporte, locação de carros e custeio a cursos presenciais estão sendo substituídos por vale-alimentação, auxílio à internet e terapia online. Lives de hoje Hoje tem Claudia Leitte, Roupa Nova, Chico Cesar, Roberta Campos, Suel e Teresa Cristina. Veja os horários. Sandy e Junior no Globoplay Sandy e Junior lançam documentário ‘Sandy e Junior: A História’ nesta sexta (10) Reprodução Sandy e Junior lançam documentário sobre a carreira. "Sandy e Junior: A História" chega ao Globoplay nesta sexta. Imagens inéditas do começo da carreira até o último show da turnê de 2019 são mostradas nos sete episódios. "Finalmente a gente pode contar através dos nossos olhos como a gente viveu aquilo. Chance de contar da nossa boca, do viés dos nossos olhos", diz Sandy.
Fri, 10 Jul 2020 05:32:38 -0000
O Assunto #227: Facebook expõe o Gabinete do Ódio

Após investigação, Facebook derrubou dezenas de páginas e perfis falsos nos EUA (ligados a aliado de Trump) e no Brasil, onde pelo menos três administradores das contas trabalham para a família Bolsonaro. Você pode ouvir O Assunto no G1, no Spotify, no Castbox, no Google Podcasts, no Apple Podcasts, no Deezer ou no aplicativo de sua preferência. Assine ou siga O Assunto, para ser avisado sempre que tiver novo episódio no ar. A derrubada de perfis ligados a figuras próximas a Jair Bolsonaro e filhos escancarou a existência da rede de disseminação de ataques e desinformação contra adversários conhecida como “gabinete do ódio”, que o presidente insistia em negar. E mais: levou o caso para dentro do Palácio do Planalto, onde dá expediente Tercio Tomaz, que administrava algumas das contas falsas removidas. No episódio desta sexta-feira, Renata Lo Prete conversa com Marcelo Parreira, jornalista da TV Globo em Brasília, que explica quem são os personagens envolvidos na ação do Facebook e o que esse caso pode representar para outras investigações em curso (como a CPMI das Fake News e as ações contra a chapa Bolsonaro-Mourão no TSE). Participa também o filósofo e professor da USP Pablo Ortellado, que pesquisa a disseminação de notícias políticas na internet. Ele avalia os impactos legais e políticos dessa história, além de explicar as pressões que levaram o Facebook a agir. O que você precisa saber: Facebook remove rede de contas falsas relacionada ao PSL e a gabinetes da família Bolsonaro Investigação aponta assessor de Bolsonaro como responsável por página de fake news derrubada pelo Facebook Lei das Fake News nem foi aprovada e já deu resultados, diz Maia sobre operação do Facebook Saiba quem é Alana Passos, mulher mais votada para a Alerj; Facebook bloqueou contas falsas ligadas a seu gabinete CPI mista das fake news quer pedir ao Facebook acesso aos dados de contas suspensas CPI das Fake News ouvirá assessor de Bolsonaro quando retomar reuniões presenciais Facebook elimina contas e páginas de aliado de Trump O podcast O Assunto é produzido por: Isabel Seta, Gessyca Rocha, Luiz Felipe Silva, Thiago Kaczuroski, Giovanni Reginato, Mônica Mariotti e Vivian Souza. Apresentação: Renata Lo Prete. Comunicação/Globo O que são podcasts? Um podcast é como se fosse um programa de rádio, mas não é: em vez de ter uma hora certa para ir ao ar, pode ser ouvido quando e onde a gente quiser. E em vez de sintonizar numa estação de rádio, a gente acha na internet. De graça. Dá para escutar num site, numa plataforma de música ou num aplicativo só de podcast no celular, para ir ouvindo quando a gente preferir: no trânsito, lavando louça, na praia, na academia... Os podcasts podem ser temáticos, contar uma história única, trazer debates ou simplesmente conversas sobre os mais diversos assuntos. É possível ouvir episódios avulsos ou assinar um podcast – de graça - e, assim, ser avisado sempre que um novo episódio for publicado.
Fri, 10 Jul 2020 05:08:09 -0000
Câmara de Itaguaí, RJ, aprova impeachment e afasta prefeito 'Charlinho' e o vice Abeilard
Dezesseis vereadores votaram pelo impeachment; um votou contra. O prefeito de Itaguaí, Carlos Busatto, o "Charlinho", e seu vice, Abeilard Goulart (PP), perderam seus mandatos. A Câmara de Vereadores do município da Baixada Fluminense, aprovaram o impeachment dos dois no final da noite desta quinta-feira (9). Foram 16 votos a favor e 1, contra, após uma sessão que durou cerca de seis horas. Com o resultado, Busatto e Goulart também estão inelegíveis por oito anos. O único voto favorável foi do vereador Sandro Hermínio (PP), que era líder do governo na Câmara. Foi o quinto pedido de impeachment contra Charlinho e o vice-prefeito. A denúncia fala em irregularidades em um contrato de coleta de lixo na cidade. O prefeito também vai ter que dar explicações sobre a contratação de uma Organização Social para administrar a UPA da cidade. A servidora da prefeitura que deu entrada no pedido afirma que a família do vice-prefeito foi favorecida na licitação. O terreno onde ficam os caminhões da empresa Plural Serviços é da sogra do vice Abeilard, Neusa Helena Souza e Silva, como mostra o registro geral de imóveis. O documento diz que a prefeitura de Itaguaí contratou a empresa Plural Serviços Técnicos em novembro de 2018, sem licitação. Os vereadores demoraram mais de um mês para conseguir entregar a notificação do processo. A Câmara não conseguia localizá-los em nenhum dos cinco endereços do prefeito e do vice-prefeito. Em março, o Busatto e Abeilard sofreram impeachment. Na época, a acusação era de nepotismo e citava mais de 60 nomes e também afirmava que, somados, os salários passavam de R$ 500 mil por mês. O presidente da Câmara assumiu o comando da cidade por 18 dias. Mas uma liminar do ministro Luiz Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), do dia 2 de abril, devolveu os cargos a Charlinho e a Abeilard. A Câmara de Vereadores ainda faz nova denúncia contra a Charlinho e Abeilard: o presidente da casa, Rubem Ribeiro, afirma que nos meses de abril e maio, após prefeito e vice retomarem os cargos, 25 servidores da prefeitura receberam valores altos, além de seus salários mensais. De acordo com o balancete, o próprio prefeito recebeu quase R$ 75 mil, num pagamento no dia 8 de abril. A primeira-dama e secretária de Educação, Andreia Busatto, recebeu R$ 35 mil. Outros funcionários do primeiro escalão da prefeitura também receberam o dinheiro extra. A controladora-geral do município, Luzia de Freitas Câmara, recebeu R$ 50.580. A subsecretária de Infraestrutura, Cláudia Renata Ferreira, recebeu quase R$ 39 mil. Alguns dos beneficiados apareceram na denúncia de nepotismo que levou ao impeachment de Charlinho e Abeilard, em março. Irregularidades na UPA Busatto vai ter de se explicar sobre irregularidades na contratação de uma OS para gerir a UPA da cidade. Em maio, depois de quatro anos fechada, a UPA de Itaguaí abriu com indícios de irregularidades. A OS que venceu o edital não tinha se inscrito dentro do prazo, mas mesmo assim a prefeitura aceitou a proposta da organização, que acabou vencedora da concorrência. O diretor dessa OS tem ligações com pessoas presas na Operação Favorito, que levou à prisão empresários acusados de desviar dinheiro de contratos de saúde. A Câmara de vereadores de Itaguaí instaurou uma comissão especial processante para analisar a denúncia de irregularidades na contratação da OS. A Prefeitura de Itaguaí disse que aceitou a inscrição da OS porque houve abertura de novo credenciamento.
Fri, 10 Jul 2020 04:30:51 -0000
Kelly Key tenta subir nas playlists com 'Montanha russa'

Música inédita figura no álbum, 'Do jeito delas', em que cantora recicla hits dos anos 2000 com estrelas da nova geração do pop brasileiro como Luísa Sonza e Pocah. ♪ Para tentar (mais uma vez) voltar ao topo das playlists nacionais, Kelly Key recorre a uma música inédita curiosamente intitulada Montanha russa e assinada pelo trio de produtores e compositores (Pablo Bispo, Ruxell e Sérgio Santos) que dá forma a sucessos de Iza e de outras estrelas do universo pop brasileiro. Montanha russa é música inédita que dá ar de novidade ao repertório majoritariamente revisionista do álbum Do jeito delas, lançado por Kelly Key nesta sexta-feira, 10 de julho, com título alusivo ao nome do segundo álbum em português da cantora, Do meu jeito (2003), e ao fato de a artista carioca reciclar neste novo disco os maiores sucessos da carreira ao lado de cantoras da nova geração pop como Luísa Sonza, Pocah – convidada de Pegue e puxe (Andinho, 2006) – e Cynthia Luz, presente em É ou não pra chorar? (Por causa de você) (Umberto Tavares, Gustavo Lins e Victor Júnior, 2003). O elenco feminino também inclui Gabi Martins, com quem Kelly Key recicla o sucesso Adoleta (Umberto Tavares, Gustavo Lins e Victor Júnior, 2003). Capa do álbum 'Do jeito delas', de Kelly Key Rodolfo Magalhães Estrela pioneira do industrializado pop feminino brasileiro do século XXI, Kelly de Almeida Afonso Freitas virou Kelly Key quando, contratada pela gravadora Warner Music no início dos anos 2000, chegou rapidamente ao topo das paradas nacionais com a gravação da música Baba (2001), parceria da artista com Andinho. De lá para cá, a vida e o mercado deram voltas e, nesse sobe-e-desce, a cantora e compositora emplacou alguns hits após Baba, mas viu o sucesso minguar paulatinamente a partir do fim dos anos 2000. Contudo, Kelly Key sempre tentou retornos ao universo pop com álbuns como No controle (2015). Antecedido pelo homônimo EP lançado em novembro de 2019 com a música inédita Aumenta o som (Donato, Jefferson Jr. e Umberto Tavares), o álbum Do jeito delas é mais uma tentativa da cantora de se reinserir na cena pop brasileira, desta vez com o reforço de estrelas sucessoras do segmento que, de certa forma, foi aberto no mercado nacional pela pioneira Kelly Key.
Fri, 10 Jul 2020 03:15:36 -0000
Famílias do Monte Horebe recebem quinta parcela de auxílio-moradia a partir desta sexta (10)

Governo do Amazonas anunciou que pagamentos serão realizados nesta sexta-feira (10) e na segunda-feira (13), a partir das 10h. Famílias com direito ao benefício foram retiradas da ocupação irregular Monte Horebe. Divulgação/Secom O Governo do Amazonas informou que efetuará nesta sexta-feira (10) e na segunda-feira (13), a partir das 10h, em agências específicas do Bradesco, o pagamento da quinta parcela do auxílio-moradia a 2.220 famílias retiradas da ocupação irregular Monte Horebe e aptas a receberem o benefício. O Governo informou disponibilizou um valor de R$ 1.332.000,00, em recursos próprios, para esta quarta parcela. As listas de nomes divididas por ordem alfabética e com a indicação dos endereços das agências selecionadas estão postadas nos sites da Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) e da Defensoria Pública do Estado. Para receber o benefício, os beneficiários devem ir à agência Bradesco designada, a partir das 10h, munidos de RG e CPF, e ainda apresentar Certidão de Casamento e/ou Averbação de Divórcio, em caso de mudança de nome. Para evitar aglomeração e contribuir com as ações de prevenção ao novo coronavírus, que já infectou mais de 81 mil pessoas no Amazonas, os pagamentos permanecem sendo realizados em dois dias, distribuídos em dez agências específicas escolhidas pelo Bradesco por possuírem melhor estrutura de atendimento. De acordo com a diretora-presidente do órgão, Viviane Dutra, na semana de 20 a 24 de julho, esses beneficiários serão convocados para assinar o Termo de Acordo Individual que será renovado por meio de Aditivo. “Nos próximos dias, vamos divulgar amplamente o local e os horários de atendimento dessas pessoas, e aproveitar para atualizar o cadastro, visando um contato mais direto com esses beneficiários”, disse Viviane Dutra. Para maiores informações sobre os atendimentos, os beneficiários podem entrar em contato pelos seguintes números: (92) 3647-1005 e 98422-3705.
Fri, 10 Jul 2020 03:09:34 -0000
Bancada federal anuncia criação de comissão para fiscalizar término do contrato de concessão da BR-101
Proposta dos deputados é acompanhar as conversas entre o Ministério da Infraestrutura e a empresa Arteris, para o encerramento do contrato de concessão do trecho de 320 quilômetros entre a ponte Rio-Niterói até a divisa com o Espírito Santo. Políticos criam comissão para monitorar a relicitação da BR-101 A bancada federal do Rio de Janeiro anunciou que vai criar uma comissão externa para fiscalizar o término do contrato de concessão da BR-101, trecho 320 quilômetros, entre a ponte Rio-Niterói e a divisa com o Espírito Santo. A resolução foi acertada nesta quarta-feira (08) em reunião por videoconferência com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, o coordenador da bancada no Congresso Nacional, Sargento Gurgel (PSL), e os deputados federais Wladimir Garotinho (PSD), Marcão Gomes (PL) e Christino Áureo (PP). A proposta dos deputados é acompanhar as conversas entre o Ministério da Infraestrutura e a empresa Arteris, para encerramento do contrato de concessão da rodovia, que começou em 2008 e deveria durar até 2033. A rodovia é uma importante ligação entre cidades do Estado do Rio de Janeiro, passando por Campos dos Goytacazes, Conceição de Macabu, Quissamã, Carapebus, Macaé, Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, Silva Jardim, Rio Bonito, Tanguá, Itaboraí, São Gonçalo e Niterói. “Ao longo desses mais de 10 anos de concessão, os usuários têm pago muito caro ao passar por cinco pedágios, e agora a Arteris não quer cumprir as obras previstas no contrato, entre elas, o contorno rodoviário de Campos e a duplicação do trecho entre Macaé e Rio Dourado. Iremos acompanhar esse processo de término da concessão e relicitação para que as obras prioritárias e necessárias sejam realizadas com a devida urgência”, afirma o deputado Sargento Gurgel. A empresa protocolou um pedido de relicitação há dois meses. A Arteris afirmou que "seguirá prestando todos os serviços de atendimento aos usuários da BR-101 até que sejam cumpridos todos os procedimentos previstos no processo de relicitação".
Fri, 10 Jul 2020 03:08:38 -0000
Lives de hoje: Claudia Leitte, Roupa Nova, Chico Cesar, Roberta Campos e mais shows
Nesta sexta (10), Suel e Teresa Cristina também fazem transmissões. Veja horários. Claudia Leitte, Roupa Nova, Chico Cesar, Roberta Campos Veja a lista completa com horários das lives abaixo. O G1 já fez um intensivão no começo da onda de lives, constatou o renascimento do pagode nas transmissões on-line, mostrou também a queda de audiência do fenômeno e a polêmica na cobrança de direito autoral nas lives Roberta Campos (Em Casa com Sesc) - 19h - Link Claudia Leitte - 19h30 - Link Chico César (ShowLivre Play) - 20h - Link Suel - 20h - Link Roupa Nova - 21h - Link Zezé Di Camargo e Luciano - 21h30 - Link Teresa Cristina - 22h - Link Semana pop explica como o Black Lives Matter está mudando a cultura pop
Fri, 10 Jul 2020 03:01:38 -0000
Rio tem nova fase da reabertura a partir desta sexta; horário de shoppings é ampliado

Na quinta, Crivella explicou que a permanência de banhistas nas praias só deve ocorrer após liberação da vacina contra a Covid-19. Apenas a prática de atividades esportivas individuais está permitida. Fila para entrar em shopping de Madureira Reprodução/TV Globo A cidade do Rio entra nessa sexta-feira (10) na segunda etapa da terceira fase de sua reabertura econômica após as medidas contra o novo coronavírus. Veja, abaixo, as principais alterações da fase 3B Shoppings poderão funcionar em horário ampliado, das 12h às 22h (até então, o fechamento deveria ocorrer às 20h) Serviços de loteria, que já estavam autorizados, passam a abrir por mais tempo, das 8h às 18h. Vias públicas voltarão a ser abertas para lazer aos domingos e feriados. Vilas olímpicas também poderão abrir, mas desde que não haja aglomeração e que se respeitem as regras de ouro Feiras de arte e artesanato também voltam a funcionar O que está mantido da Fase 3A Mantida as normas já vigentes pra lanchonete bares e restaurantes com funcionamento até 23h. Comércio de rua poderá funcionar de 11h às 17h, com 1/3 da capacidade Salões de beleza e estética e estúdios de tatuagem mantém as mesmas normas Academias podem funcionar, com restrições, e as aulas de natação estão permitidas Refeitório das escolas municipais podem funcionar, mas aulas permanecem suspensas Ambulantes podem trabalhar apenas se tiverem ponto fixo e seguem proibidos nas praias Praias permitidas apenas para as práticas e atividades esportivas individuais Pontos turísticos seguem fechados Jogos de futebol seguem sem torcida Atividades ao ar livre e uso de máscaras Segundo a Prefeitura, parques e praças serão abertos e, assim como nas praias, seguem permitidas as atividades físicas individuais, sem modificação alguma em relação à fase anterior. Clubes, associações, hipódromos e quadras de aluguel podem abrir, mas seguem vedados os esportes de contato, como lutas e artes marciais, por exemplo. Escolinhas de treinamento e eventos em espaços fechados permanecem proibidos. Ainda no segmento de esportes e lazer, continuam vedadas a sauna e a hidromassagem. Crivella anuncia que liberação total das praias será só com vacina Nesta quinta (9), o Marcelo Crivella, deu ainda outros detalhes da nova fase. A partir do próximo fim de semana a prefeitura informou que vai multar os banhistas que desrespeitarem a regra de não permanecer nas praias. "Vamos multar a partir desse fim de semana em R$ 107 por crime de desobediência", advertiu o prefeito. Segundo ele, a permanência de banhistas nas areias da praia só deve ser permitida após a vacina contra a Covid-19. "Nós esperamos que a vacina chegue bem antes disso (do verão). Esses locais em que não dá para ficar de máscara tendem a ficar para depois da vacina", afirmou Crivella. Nesta nova fase continua permitida a prática de atividades esportivas individuais nas praias, mas a permanência de banhistas na areia está proibida. Fase 3B da reabertura do Rio começa nesta sexta Editoria de Arte/G1 Bares e restaurantes liberados O primeiro estágio da terceira etapa permitiu que bares e restaurantes sirvam clientes nas mesas, liberou mais atividades na areia e permitiu reabertura de academias. Há, no entanto, regras que a população deve cumprir. "A fase três tinha um impacto significativo, por isso a dividimos em duas etapas." Atualmente, 71,6% de leitos de UTI da rede pública e 89% dos leitos de UTI da rede privada estão ocupados. "A rede privada tem uma grande velocidade de mobilizar é desmobilizar a oferta de leitos", destacou Flávio Graça, superintendente fiscal da Vigilância Sanitária, enfatizando que vários hospitais já desmobilizaram alas para os pacientes com Covid-19. De acordo com Graça, há uma curva decrescente de óbitos no Rio, com pequena variação de uma semana para outra. "Números de casos notificados por síndrome gripal, apesar de já estamos no inverno, estão diminuindo. A partir do início do plano de retomada, a ocupação de leitos só caiu", afirmou o superintendente. Para a prefeitura do Rio, o aumento da circulação de pessoas nas ruas não tem causado reflexo no número de casos e está dentro do planejamento. "O disk-aglomeração caiu de 12,3 mil chamados antes da fase 1, para 2 mil chamados", ressaltou Graça, que acredita que os indicadores estão favoráveis para adotar até a fase 6. Há quase um mês, após a permissão da realização de esportes aquáticos nas praias, a orla do Rio vem registrando intensa movimentação e aglomeração na areia. O estado do Rio de Janeiro passou das 11 mil mortes e dos 128 mil casos de Covid-19
Fri, 10 Jul 2020 03:01:37 -0000
Discos para descobrir em casa – 'Managarroba', João Donato, 2002

Capa do álbum 'Managarroba', de João Donato Arte de Flávio Flock ♪ DISCOS PARA DESCOBRIR EM CASA – Managarroba, João Donato, 2002 ♪ Em agosto de 2002, João Donato já era reverenciado como entidade da música brasileira quando renovou o repertório com álbum de músicas majoritariamente inéditas, Managarroba, produzido por Rafael Ramos para a gravadora Deck com arranjos do próprio Donato. Na época, o pianista, compositor, arranjador e cantor acriano – nascido João Donato de Oliveira Neto em 17 de agosto de 1934 em Rio Branco (AC) – estava com 68 anos, mas o som continuava jovial e Donato vivia fase de grande produtividade. Tanto que Managarroba soou como sequência, igualmente pop e ligeiramente mais sincopada, de Ê lalá lay-ê (2001), álbum de músicas inéditas lançado pelo artista no ano anterior, com produção musical do mesmo Rafael Ramos. Influência declarada de gênios como Antonio Carlos Jobim (1927 – 1994) e João Gilberto (1931 – 2019), a bossa do som de Donato sempre foi nova, moderna, pautada pela mistura fina e singular de música brasileira com ritmos da América Latina e com o jazz. No toque pessoal e intransferível do piano, Donato criou todo um universo musical que o artista reiterou e expandiu ao longo das 12 músicas que compuseram o repertório do álbum Managarroba. Havia guitarras, de Davi Moraes e Ricardo Silveira, mas o piano de Donato deu o tom, como sintetizou a imagem da capa do disco, criada pelo designer Flávio Flock. Na primeira das 12 músicas, Não tem nome, o parceiro mais frequente de Donato desde 1973, Lysias Enio, irmão caçula do compositor, escreveu letra graciosa que encadeou os nomes dos maiores sucessos do cancioneiro autoral de Donato, a começar por Nini, título da valsa que o precoce Donato compusera aos oito anos. Esse cancioneiro começara a ser notado pelo público a partir do álbum Quem é quem (1973), disco em que o artista passou a se apresentar também como cantor, dono de voz pequena, mas de apurado senso rítmico, como Donato mostrou no álbum Managarroba ao cantar ... E muito mais (2001), uma das nove parcerias com Lysias Enio gravadas no disco formatado por Rafael Ramos com reverência ao estilo de Donato, mas também com algum apelo pop no time de convidados. Além da voz do autor, as músicas de Donato também começaram a ganhar, a partir de 1973, letras escritas por compositores como Gilberto Gil – parceiro recorrente no repertório do álbum seguinte Lugar comum (1975) – e Paulo César Pinheiro. O que facilitou a absorção popular da obra do artista. Acordeonista dos chás dançantes dos dourados anos 1950, João Donato se tornou pianista respeitado nas boates cariocas ainda nessa década e ganhou progressiva aclamação a partir dos anos 1960, no embalo da consagração mundial da Bossa Nova, com som descolado dessa bossa. Som que ganharia eletricidade em álbuns cultuados como A bad Donato (1970), feito nos Estados Unidos, país para onde migrou em 1959 e, após voltar ao Brasil, para onde partiu novamente em meados dos anos 1960. Aliás, na safra do álbum Managarroba, Flor do mato nada mais era do que a música Jungle flower, tema instrumental apresentado pelo artista no álbum norte-americano The new sound of Brazil – Piano of João Donato (1965). A novidade era a letra de Lysias Enio, que também pôs versos na melodia de Muito à vontade (1964). Artista que sempre se irmanou com colegas de outras gerações, como comprovou com o show e disco que fez com Tulipa Ruiz em 2019, Donato abriu parcerias no álbum Managarroba. Balança trouxe o discurso sincopado do rapper sambista Marcelo D2, parceiro de Donato na composição. Marisa Monte foi a solista e parceira (com o colega tribalista Arnaldo Antunes) de Donato no samba-canção Nunca mais, faixa com efeitos eletrônicos e com letra evocativa do universo das incursões de Dorival Caymmi (1914 – 2008) no gênero. Já E vamos lá reaproximou Donato da parceira Joyce Moreno, letrista e intérprete convidada desse samba cheio de ternura que atestou afinidade que seria amplificada no álbum Aquarius (2010), gravado por Joyce com Donato para o mercado europeu. Gravado e mixado no estúdio carioca Tambor, em 2001, o álbum Managarroba juntou João Donato (voz, piano, teclados e trombone) com músicos como Bidinho (trompete e flugelhorn), Jamil Joanes (baixo), Jurim Moreira (bateria), Ricardo Pontes (saxofones e flautas) e Sidinho (percussão). Se a balada Falta de ar (João Donato e Lysias Enio) flagrou um Donato raramente melancólico, sofrendo por amor, Caminho do sol (João Donato e Lysias Enio) seguiu o habitual trilho latino e iluminado, típico da obra do pianista. Já Não sei como foi marcou o inusitado encontro de Donato com João Bosco, convidado a cantar com o colega esse bolero composto pelo pianista com o irmão Lysias Enio. E por falar nesse gênero musical recorrente no cancioneiro de Donato, Luz de bolero – outra parceria com Lysias – explicitou na letra metalinguística a devoção de Donato pelo ritmo cubano, tratado pelo compositor e pianista com sofisticação, sem melodrama. Alocada no fim do álbum, a música-título Managarroba foi tema pautado pela swingueira com efeitos sonoros e o toque fusion da guitarra de Davi Moraes. A caminho dos 86 anos, a serem festejados no segundo semestre deste ano de 2020, João Donato continua na ativa, com bossa sempre nova, de modernidade reiterada há 18 anos em Managarroba, álbum ainda jovial como o artista que lhe deu vida e som.
Fri, 10 Jul 2020 03:01:36 -0000
Auxílio Emergencial: Caixa libera saques e transferências dos aprovados no terceiro lote nascidos em maio

Nesta sexta-feira, poderão sacar o dinheiro os nascidos em maio, um total de 400 mil trabalhadores. Auxílio emergencial Divulgação A Caixa Econômica Federal libera a partir desta sexta-feira (10) os saques e transferências da primeira parcela do Auxílio Emergencial para os aprovados inscritos no aplicativo e site dentro do terceiro lote, e que aniversariam em maio - um total de 400 mil trabalhadores. Ao todo, o lote inclui 5,9 milhões de beneficiários. Veja o calendário completo de pagamentos do auxílio emergencial de R$ 600 Tira dúvidas sobre o Auxílio Emergencial SAIBA TUDO SOBRE O AUXÍLIO EMERGENCIAL Os saques e transferências serão realizados conforme o mês de nascimento do trabalhador e vão até o dia 18 de julho. Esses trabalhadores já tiveram o dinheiro liberado na poupança social digital entre os dias 16 e 17 de junho. Veja calendário abaixo: Terceiro lote auxílio emergencial - calendário Economia G1 São 400 mil trabalhadores nascidos a cada mês que poderão fazer o saque dentro desse lote, com exceção de dezembro, que soma 500 mil beneficiários. Já a segunda parcela para os aprovados do terceiro lote ainda não tem data definida. Balanço Segundo a Caixa, 65,2 milhões de beneficiários já receberam o Auxílio Emergencial dentro das parcelas 1, 2 e 3, totalizando R$ 121,1 bilhões. Dos 109,1 milhões de cadastros no programa, 107,7 milhões foram processados. Cerca de 800 mil ainda esperam por reanálise, todos inscritos no app e site do auxílio, enquanto cerca de 1,3 milhão ainda estão em primeira análise. Os trabalhadores podem consultar a situação do benefício pelo aplicativo do auxílio emergencial ou pelo site auxilio.caixa.gov.br.
Fri, 10 Jul 2020 03:00:36 -0000

This page was created in: 0.05 seconds

Copyright 2020 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info